AP ESM apela à tranquilidade e ao bom senso

Os tempos que atravessamos comprometem todos na construção de pontes, na busca de soluções que a todos tem que envolver, sabendo que o início do ano letivo trouxe enormes desafios.

Enquanto Associação de Pais da Escola Secundária da Maia, é nossa firme convicção que “Só juntos … conseguiremos!”.

Acreditando todos que o ensino presencial seria a melhor solução, desde a necessária estabilidade emocional dos nossos alunos e das suas famílias, à imperiosa necessidade de as famílias poderem voltar a trabalhar, todos sabíamos que este só poderia acontecer com o cumprimento de todas as regras de saúde pública que os tempos que atravessamos obrigam. As medidas de proteção definidas têm que ser cumulativas: máscara, higiene das mãos, etiqueta respiratória, distanciamento social, organização de “bolhas”.

 A solução não será a ideal, é difícil, não será a mesma em todo o lado, mas é possível se todos se envolverem e forem envolvidos. Os desafios são muitos e ninguém os superará por si só; se estivermos devidamente articulados e alinhados será possível fazer do ano letivo de 2020/2021 um ano tranquilo, seguro e profícuo, e presencial, como acreditamos ser o desejo de todos.

 Retomámos as atividades letivas presenciais com responsabilidade, mas, também, com a consciência de que, quanto mais tranquilos estivermos, melhores serão as possibilidades de as coisas correrem como é o desejo de todos. Porém, refira-se que tranquilidade não pode significar que fiquemos a aguardar que tudo corra pelo melhor, sem contribuirmos para tal. Assumirmos a nossa responsabilidade, não pode representar alarmismo. Por isso, defendemos de forma clara a necessidade da existência de uma comunicação clara e precisa, bem como da importância de podermos partilhar “esta serenidade e tranquilidade” nas atividades letivas, que se impõe. 

A comunicação que recebemos do nosso Diretor,  sobre o titulo “Informações gerais/ajustamentos/recomendações”, mostra a importância desta articulação e partilha e  merece-nos a melhor atenção, renovando (e reforçando) o apelo aos Pais, Encarregados de Educação e Famílias que possam reforçar, junto dos seus Filhos e Educandos, os procedimentos/recomendações que aí são transmitidos e que não podem ser descurados, para que tudo corra pelo melhor.

Sabendo que, Direção, Professores, Funcionários e Assistentes Operacionais estarão atentos a que se não voltem a repetir situações de aglomeração como aquando dos primeiros dias de aula, a bem da segurança que todos desejamos, ainda assim, não podemos deixar de fazer um apelo claro de colaboração dos adultos que acompanham os jovens à Escola.  Sabemos que dos focos possíveis de contágio poderão ser as aglomerações, pelo que será de primordial importância (e de segurança) que os adultos que acompanham os nossos alunos à Escola Secundária da Maia, não permaneçam nas imediações da escola mais do que o estritamente necessário. Estamos a vivenciar, em conjunto, uma fase nova. Urge que nos ajustemos, de forma partilhada, para que possamos ser bem-sucedidos.

Para que o risco seja amenizado, precisamos de todos e todos têm que estar envolvidos. As Famílias deverão confiar que o risco na Escola não é superior ao de outros espaços que os seus filhos frequentam (e frequentaram). Temos como certeza que, se cada um fizer a sua parte, nas regras estabelecidas e no respeito “pelo outro”, o risco não vai desaparecer, mas vai enfraquecer.

Sabemos que há procedimentos instituídos, que há planos de contingência criados. Um caso suspeito, ou um caso positivo, será gerido localmente o que não significa que a escola tenha que ser encerrada ou que as soluções tenham que ser as mesmas para todas as turmas.

A abertura presencial das escolas, que ocorreu, tem que ser um compromisso partilhado. Precisamos de um envolvimento de todos para que a mitigação do risco possa ser efetiva.

A AP ESM reforça a admiração pelo empenho de todos em fazer da Escola Secundária da Maia um exemplo, pela positiva. Se cada um fizer a sua parte, no que respeita ao cumprimento das regras, o risco não desaparecendo, vai, com certeza diminuir

Continuemos a trabalhar para e pelos nossos jovens, com o sentido de comunidade que nos assiste, rumo à superação.

Juntos faremos a diferença!

A Direção da Associação de Pais da Escola Secundária da Maia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *